Destino, Estilo

Destinos nacionais para ir com a sua metade não surfista – NORDESTE

Atenção: namorar/casar com um(a) surfista pode ser muito difícil! Você provavelmente será obrigada(o) a passar quase todas as suas férias aproveitando longos dias de sol, água salgada e areia! 🙂

Brincadeiras à parte, muitos amigos me perguntam se eu não acho um saco viajar (quase) sempre para destinos de surf. Mas eu amo praia, como poderia achar isso entediante?! É claro que o casal precisa abrir mão conjuntamente de alguns interesses para comportar os gostos particulares de cada um (não só quando o assunto é viagem) e, é claro, ninguém merece ir para uma praia sem graça para passar o dia todo esperando o(a) surfista sair da água.

Mas a realidade pode ser bem diferente disso: muitos dos melhores picos de surf do Brasil e do mundo são verdadeiros paraísos e possuem infraestrutura para fazer com que suas férias sejam perfeitas.

Para ajudar, preparamos uma super lista com várias ideias de destinos no Brasil para você embarcar na próxima viagem de surf  acompanhado(a) da sua metade não surfista (e ainda fazer bonito)!

Nesse post, você encontrará os destinos no nordeste brasileiro e, em breve, publicaremos a lista de destinos no Sudeste e no Sul.

 

Fernando de Noronha – Pernambuco

Vamos começar pelo melhor destino de praia do Brasil: Fernando de Noronha. Se você já viajou para muitos lugares no exterior e ainda não conheceu esse paraíso, para tudo e começa a programar essa viagem! O lugar é caro? É! Custa preço de viagem internacional? Custa! Mas vale cada centavo. É lindo DEMAIS!

A posição geográfica do arquipélago garante surf de qualidade, o que rendeu o apelido de Havaí Brasileiro. As melhores ondas estão na Cacimba do Padre (surf ao lado do icônico Morro Dois Irmãos), Praia da Conceição, Praias do Meio e do Cachorro, Bode e Boldró. Em dias de mar grande, a Praia do Porto também atrai muitos sufistas.

Já para os não surfistas, além das lindas praias, é possível fazer mergulho de cilindro, snorkel, trilhas e muito mais. Além disso, a rede hoteleira é ótima (há desde casas de pescadores até pousadas/hotéis de luxo) e restaurantes maravilhosos. Ficamos realmente impressionados com a alta gastronomia da ilha.

Melhor época para o surf: dezembro a março.

 

Maracaípe, Porto de Galinhas e Serrambi – Pernambuco

Ainda no estado de Pernambuco, a Praia de Maracaípe é um dos points de surf mais famosos do nordeste brasileiro. As praias vizinhas de Porto de Galinhas e Serrambi também podem ser boas para o surf dependendo das condições – mas são ainda melhores para quem acompanha os surfistas. Muitas piscinas naturais e peixinhos lindos! É um dos destinos mais visitados do nordeste e, por isso, possui boa infraestutura de pousadas e restaurantes. Aliás, a praia de Porto de Galinhas já foi eleita algumas vezes entre as mais bonitas do país.

Melhor época para o surf: abril a setembro.

 

Itacaré – Bahia

Itacaré é uma cidade pequena no litoral da Bahia que possui várias praias ainda bastante selvagens em meio à Mata Atlântica. O centrinho (Rua Pituba e Passeio da Vila) é bonito e conta com vários restaurantes gostosos.

A Praia da Tiririca é point dos surfistas, mas outras praias também possuem boas ondas, como Engenhoca, Itacarezinho, Havaizinho, Prainha e Jeribucaçu.

Melhor época para o surf: junho a outubro.

 

Praia do Forte – Bahia

Localizada a apenas 60 quilômetros de Salvador, a Praia do Forte oferece excelente infraestrutura com pousadas e resorts de luxo, como o Tivoli Ecoresort (clique aqui para reservar sem custo adicional). O centrinho (chamado de Vila) possui muitas lojas e restaurantes excelentes.

A praia é cheia de coqueiros e piscinas naturais, uma delícia para passar o dia todo boiando. Além disso, a principal base do Projeto Tamar fica na Praia do Forte e oferece visitação aos turistas que pretendem conhecer melhor o trabalho de proteção das tartarugas. Outra atração super legal é o passeio para avistar as baleias jubarte, o que acontece entre de julho e outubro.

Para os surfistas, os melhores picos de surf são os seguintes: Catinguiba, Casinha, Taubaté, Cachimbau e Quabrança. Adoramos passar alguns dias na Praia do Forte porque as piscinas naturais se formam nas mesmas praias em que rolam as ondas, então é perfeito para uma viagem a dois ou em família.

Melhor época para o surf: março a julho.

 

Praia do Francês – Alagoas

Eleita como o pico mais regular do Brasil para surfar, a Praia do Francês fica localizada no Município de Marechal Deodoro, a apenas 25 quilômetros ao sul da cidade de Maceió. É possível se hospedar na capital e aproveitar para conhecer Ponta Verde e Pajuçara, praias lindíssimas em Maceió, bem como a Praia do Gunga, 22 quilômetros ao sul da Praia do Francês.

A cor do mar em Alagoas é incrível, um verde esmeralda difícil de esquecer. Além disso, todas as praias possuem estrutura com bares e restaurantes. A rede hoteleira também não deixa nada a desejar. Já ficamos hospedados duas vezes no Ritz Lagoa da Anta e super recomendamos (clique aqui para reservar sem custo adicional).

Melhor época para o surf: abril a agosto.

 

Pipa – Rio Grande do Norte

O contraste das falésias vermelhas com o mar e vegetação verdes torna Pipa um dos cenários mais bonitos do nordeste brasileiro. Além de relaxar nas diversas praias, é possível fazer passeios pelas dunas, mata, piscinas naturais e, é claro, pelas falésias. O centrinho também é super badalado e conta com várias opções de restaurantes. É possível conjugar a viagem com a cidade de Natal, já que Pipa está localizada a apenas 80 quilômetros de distância da capital.

Existem diversos picos de surf com os mais variados fundos (areia, beach break, laje de pedra e coral). São 15 picos, com destaque para Praia do Amor, Lajinha e Lajão (a preferida dos nativos) e Golfinhos (ideal para iniciantes).

Melhor época para o surf: maio a setembro.

 

Baía Formosa – Rio Grande do Norte

Ainda no Rio Grande do Norte, cerca de 60 quilômetros ao sul de Pipa, é possível surfar na Baía Formosa, outro lugar de natureza exuberante e que conta com a maior reserva de Mata Atlântica do estado. A pequena baía, assim como Pipa, é cercada de falésias e dunas vermelhas, as quais protegem os picos de surf do vento constante na região. O principal pico é o Pontal, que possui uma direita longa com fundo de pedra.

Melhor época para o surf: maio a setembro.

 

Achou que ficou faltando algum destino? Deixa a sua sugestão aqui nos comentários! 😉

* Foto de capa do post: Praia da Conceição em Fernando de Noronha | Luciano Saraceni para Flickr

Comentários